Três dicas para iluminar a cozinha

A iluminação é um dos aspectos mais importantes da decoração, um objetivo presente em todos os cômodos da casa. A cozinha é um local de convivência habitual, um espaço que, a partir de sua evolução decorativa, ganhou mais destaque na casa. Uma das tendências é a dos espaços abertos que ligam a cozinha à sala de estar. Como iluminar esse ponto da casa?

2 via cosern

A felicidade na cozinha é criada juntamente com o tempo de conversação, a visualização do novo dia durante o café da manhã , os ingredientes e as novas receitas.

Uma das razões pelas quais a iluminação desta sala é especialmente complexa é porque, em um local, a pessoa pode executar tarefas diferentes. Por exemplo, escreva a lista de compras, leia uma revista durante o café da manhã ou cozinhe biscoitos.

Atrasou o pagamento da sua conta de energia Cosern e precisa da 2 via ? Acesse este site para imprimir um novo boleto atualizado!

Iluminação geral da cozinha

Na cozinha, existem áreas diferenciadas com base em seu próprio objetivo, espaços que formam um conjunto principal. Em referência à imagem da cozinha vista como um conjunto que lhe oferece as boas-vindas quando você chega ao local, o cuidado com a iluminação geral é especialmente importante.

Essa iluminação aumenta a beleza da sala, evitando reflexos ou sombras em determinados pontos. Este é um tipo uniforme de luz. Essa iluminação geral não é a única presente neste local, mas é uma prioridade. Pontos de luz que aumentam o potencial natural que entra pela janela deste local da casa.

Essa iluminação da cozinha, sem a criação de sombras, é a soma da combinação desse plano geral de iluminação com a iluminação ambiente e funcional.

Diferenciação de estadias na cozinha

Não há duas cozinhas idênticas porque esse espaço na casa é sempre apreciado do ponto de vista da família e do estilo de vida.

Por exemplo, alguns lares dão maior destaque à sala de estar durante as refeições, onde fica a mesa em torno da qual os entes queridos se reúnem para compartilhar esse momento da rotina.

Em outras casas, pelo contrário, esse momento é vivido na cozinha. Para planejar a iluminação da cozinha, é conveniente visualizar esse mapa a partir da diferenciação das áreas que compõem o local. Além da iluminação geral , cada um dos quartos que faz parte da felicidade neste local deve ter iluminação localizada.

Iluminação para móveis de cozinha e gavetas

Os móveis da cozinha oferecem um espaço de armazenamento necessário para armazenar convenientemente diferentes produtos. Móveis que, além de oferecer esse espaço necessário para armazenar os diversos itens, também contribuem com a estética da cozinha.

Uma das opções de iluminação possíveis focadas nesse aspecto do mobiliário em particular é aquela que ilumina diretamente a parte inferior dos armários.

Por meio desta fórmula de iluminação, você pode aumentar a segurança na zona de cozinhar. Por exemplo, aumenta a qualidade da visão na superfície da bancada.

A iluminação também pode ser focada funcionalmente dentro dos móveis, em particular dentro das gavetas dos móveis de cozinha. Uma das razões para poder optar por esse tipo de medida é a visão prática dessa questão.

Portanto, a iluminação é muito importante na decoração da cozinha para preparar um espaço feliz. Se a cozinha tem uma área da ilha, este lugar que é o centro desta sala merece um destaque especial.

Empréstimo com garantia: quando contratar?

A contratação de um empréstimo pode ser muitas vezes a principal alternativa para investir em inovações da empresa. Além disso, é possível que o crédito seja utilizado para sanar dívidas mais importantes ou até mesmo limpar o nome junto a outras instituições financeiras.

Dessa forma, o mercado vem oferecendo novas linhas de crédito para o público, com o intuito de atrair novos clientes. Portanto, uma das alternativas é o empréstimo com garantia, onde o tomador do empréstimo declara um bem como garantia de pagamento.

Entretanto, é preciso analisar de forma clara as propostas de empréstimo com garantia, para que possa ponderar sobre os benefícios e prejuízos que a operação pode ter. Portanto, confira algumas dicas sobre o tema.

Empréstimo com garantia tem condições diferenciadas

Contar com uma propriedade quitada e em seu nome é sinônimo de situação financeira estável. Desse modo, o empréstimo com garantia oferece alguns benefícios diferenciados em relação às outras opções de mercado.

Isso porque um imóvel dado como garantia, por exemplo, ele fica alienado à instituição financeira, até que o crédito seja pago de forma integral. Além disso, é possível contratar o empréstimo com garantia tendo o nome inscrito em órgãos como SPC e Serasa.

No entanto, apesar de tais fatores representarem uma taxa de juros menor, justamente por se tratar de um empréstimo com garantia. Caso haja o interesse de venda do bem posto como garantia, o processo se torna mais complicado tendo alienação do bem.

Empréstimo com garantia para investimentos

O empréstimo financeiro é bastante utilizado por empresários, de diversas áreas, para promover melhorias e investimentos no negócio. Desse modo muitas vezes as linhas de crédito não oferecem as melhores condições, seja de pagamento, seja de valor emprestado.

Nesse sentido, o empréstimo com garantia se torna um diferencial no mercado. devido a garantia de pagamento pelo tomador com um bem, até 60% do valor líquido do bem é emprestado, conforme as regras do Banco Central.

Além disso, os prazos disponíveis também se diferenciam dos demais empréstimos. Enquanto um empréstimo bancário tem um prazo máximo de três a quatro anos, no empréstimo com garantia é possível contar com um prazo de até 15 anos.

Conheça o empréstimo com maquininha e suas vantagens

Realizar operações financeiras tem se tornado algo cada vez mais acessível. Com novas ferramentas, portanto, é possível realizar um empréstimo com maquininha, sem burocracias.

Desse modo, é possível que o público realize o empréstimo com maquininha em diversos lugares. Além disso, em casos onde o proprietário do estabelecimento deseja realizar mudanças na empresa, é possível contar com o serviço.

Confira alguns detalhes sobre o empréstimo com maquininha e suas vantagens.

Empréstimo com maquininha não exige conta bancária

Em muitos casos ter conta bancária pode significar mais problemas do que soluções. Entretanto, em alguns casos, o serviço oferecido pelos bancos se torna importante, principalmente para quem trabalha no comércio.

Um exemplo disso é o empréstimo, a saída mais procurada em casos de ampliação da empresa. Porém, o empréstimo com maquininha pode solucionar tais problemas.

Dessa forma, o comerciante tem acesso empréstimo com maquininha direto na conta utilizada para receber as vendas. Sem a necessidade de enfrentar filas e todas as burocracias do serviço bancário, o cliente recebe o valor solicitado em até 48h, conforme a situação.

Empréstimo com maquininha tem condições especiais

Apesar de não ser considerado um serviço bancário, o empréstimo com maquininha requer algumas o cumprimento de alguns requisitos.

Um deles é em relação ao volume de vendas. Portanto, para que o lojista tenha acesso ao empreendimento com maquininha, é preciso ter um volume de vendas mínimo através do cartão de crédito.

Outro ponto importante é em relação ao tempo de uso da máquina. Conforme a empresa, há um tempo mínimo estipulado para que o cliente possa solicitar o empréstimo na maquininha.

Ademais, após a confirmação do empreendimento com maquininha, o lojista tem condições especiais de pagamento, conforme o rendimento da empresa. Além disso, é uma ótima oportunidade de crescimento e ampliação dos negócios.

Rastreador com seguro: Como funciona e quais as vantagens

Um carro que possui rastreador, pode ter sua localização determinada o tempo todo. Sendo assim, ele pode ser facilmente rastreado e encontrado. Isso é especialmente vantajoso em caso de roubo, no qual muitas vezes é possível encontrar o veículo antes mesmo que ele seja danificado.

Geralmente empresas especializadas nesse tipo de segurança que ficam responsáveis tanto pela instalação quanto pelo monitoramento desses dispositivos. Esse serviço pode ser adquirido embutido em um seguro para carros ou mesmo sozinhos.

Porém, vale ressaltar que rastreadores colaboram com a busca ao veículo, mas não são nenhum tipo de seguro. Sendo assim, não proporcionam todas as comodidades e assistências fornecidas pelos seguros. Mais importante ainda, não fornecem nenhum ressarcimento com relação ao seu prejuízo no caso de o carro ser roubado, por exemplo.

Então, a melhor opção é contratar um rastreador com seguro, de modo à ter proteção contra prejuízos.

Como funciona o rastreador com seguro?

Existem algumas maneiras diferentes pelas quais os rastreadores são oferecidos juntamente com os seguros. Isso vai depender da empresa que irá fornecer o serviço. As principais opções são:

  • Rastreamento incluído como opcional dentro de uma apólice comum oferecida por uma seguradora;
  • Serviço de rastreamento acrescido de coberturas fornecido por empresas responsáveis pelo rastreamento;
  • Rastreamento oferecido juntamente com seguro auto flex. Esse tipo de seguro costuma ser mais básico e mais econômico. Este modelo de rastreador com seguro cobre roubo, furto e colisão com perda total.

Algumas vantagens do seguro com rastreador de veículos são:

  • O rastreador possui muita facilidade de instalação e uso;
  • A probabilidade de se localizar o carro em caso de roubo é muito grande;
  • O serviço abaixa o valor do seguro quando são colocados juntos;
  • O custo benefício é elevado quando se fala de rastreador com seguro básico.

Consórcio: Como ser aprovado no pedido de consórcio

Se você já ouviu falar em consórcio, acha uma boa alternativa e está pensando em fazer para conseguir adquirir bens ou serviços, mas ainda está cheio de dúvidas, pois, fique tranquilo, iremos te ajudar a entender melhor sobre esse serviço. Surgir dúvidas sobre consórcios é muito comum, ainda não é um serviço muito utilizado pelos brasileiros, então, a frequência com que se ouve falar sobre esse assunto é menor.

Mas afinal, o que é consórcio?

O consórcio nada mais é do que poupar dinheiro em uma quantidade considerável de pessoas. Mas como assim?

O consórcio se trata de um serviço oferecido por administradoras, que funciona como uma poupança de dinheiro para você, junto com outras pessoas. No momento da contratação você escolhe um valor ou um bem a ser comprado com o dinheiro poupado, como, por exemplo, automóveis, casas, terrenos. A administradora cobra por pequenas taxas de administração mensal e guarda seu dinheiro, através de parcelas fixas mensais. Isso é chamado de fundo comum, esse fundo é utilizado por todos os participantes do grupo para adquirir bens ou serviços desejados. A ordem para retirada do dinheiro é feita através de sorteios ou lances dados durante os meses.

Como ser aprovado em um consórcio?

Primeiramente, você precisa achar o consórcio que mais se encaixa nas suas necessidades. Para isso, você pode fazer simulações para comparar os serviços oferecidos pelo consórcio. Após a escolha do consórcio, você precisa verificar se a empresa é autorizada pelo Banco Central do Brasil. Para isso, basta você verificar no site da instituição quais são as empresas autorizadas, a consulta é pública.

Após realizada as escolhas, fique atento aos documentos que serão solicitados, preencha todas informações de forma completa, não omita nenhuma informação. Preenchendo e anexando todos documentos solicitados, com toda certeza você será aprovado no pedido do consórcio.

Cartão de crédito: 6 formas de pedir cartão de crédito com baixas taxas

Atualmente não ter um cartão de crédito é como não fazer parte da sociedade. Mas uma preocupação persiste na hora da decisão final de ter um ou não: as taxas. Para saber como, confira abaixo:

1.      Compare as suas opções

Há muito a se comparar considerando as opções de cartão de crédito que existem no mercado. Para fazer um bom filtro e escolher as melhores opções, é preciso levar em consideração as taxas cobradas (juros e anuidade), benefícios e limites.

2.      Negocie o valor final da sua anuidade

Qualquer um pode ir até o banco e negociar o valor da anuidade do cartão de crédito, mas alguns fatores podem estar a seu favor, como:

– O valor gasto mensalmente pelo cliente;

– Algum familiar ter conseguido isenção de taxa;

– Você ser um cliente antigo que paga a anuidade do cartão sempre em dia.

3.      Taxas extras

Muitos bancos abusam do uso dos asteriscos e você pode deixar passar a cobrança de taxas extras, como parcelamento de dividas, serviços e saque. E essa cobrança pode acontecer mesmo se o cartão de crédito não cobrar juros ou anuidade.

4.      Opinião pública

É muito importante também acompanhar a opinião de quem já é cliente. Assim, você saberá como é o atendimento caso tenha algum problema ou se existe algum serviço prometido e não prestado.

5.      Cartão nacional

Este tipo de cartão tende a possuir uma taxa menor do que os cartões de crédito internacionais, por apresentarem menos risco para instituições de fora.

6.      Cartão de crédito sem anuidade

Se você não faz questão de permanecer no seu banco ou não está disposto a travar uma batalha para conseguir isenção da anuidade, você pode pedir seu cartão de crédito para uma empresa que o desenvolveu sem o objetivo de cobrar anuidade.

Simulação Empréstimo: Como fazer simulação de empréstimo

A ferramenta de simulação de empréstimo oferecida online é extremamente útil no momento em que se considera pegar dinheiro emprestado. Isso porque, auxilia você a ter uma dimensão dos prós e contras de fazê-lo.

É verdade que todos têm algum momento na vida em que se faz necessário recorrer a um dinheiro extra. Na maioria dos casos, as pessoas não possuem uma reserva de emergência. Daí o empréstimo ser a luz no final do túnel.

Entretanto, para que ele não se torne um pesadelo é preciso se programar para pagar a dívida com segurança. Por esse motivo, simular o valor do empréstimo, bem como seus juros é indispensável. Vem aprender tudo neste artigo.

Passo 1 – Acesse o site para fazer a simulação de empréstimo

Há muitos sites especializados que oferecem a simulação de empréstimo. Isso quer dizer que ele mostra qual seria o valor do seu empréstimo com os juros em várias financeiras e bancos.

Há também a possibilidade de fazer a simulação nos sites oficiais das instituições financeiras. Desse modo, você mesmo pode fazer a cotação online.

Passo 2 – Preencha o formulário da simulação de empréstimo

Para realizar o processo, é necessário que você já tenha em mente o valor que precisa. Além disso, também será solicitado o número de meses nos quais você quitará toda a dívida.

Suponhamos que você precise de 7 mil reais para comprar uma motocicleta. E pretende pagar em até 5 anos. Ao preencher o formulário da simulação de empréstimo, indique, então, 60 meses.

Passo 3 – Verifique as informações da simulação de empréstimo

Ao fornecer todas as informações necessárias, a nova página carregada trará os juros que incidirão sobre o valor inicial. Assim, você saberá exatamente quanto está pagando a mais.

Uma dica importante para não perder tempo é: se você não é cliente do banco, muito provavelmente, você não conseguirá o empréstimo. Isso porque, eles somente emprestam, para quem já é cliente, mediante a avaliação rigorosa.

 

Cotar empréstimo: Como fazer cotação de empréstimo online

Você sabia que pode cotar empréstimo online de forma rápida e segura? Confira nosso post e veja como fazer cotação de empréstimo online.

Como cotar empréstimo online?

Para cotar empréstimo online, primeiramente você precisa escolher uma operadora da sua confiança e acessar o site para realizar a cotação. Dependendo de cada operadora o passo a passo pode ser diferente, no entanto a maioria segue uma linha de raciocínio bem simples.

  1. Solicitação de cadastro – O primeiro passo é realizar um cadastro prévio, onde você deverá informar sua situação financeira, para que a análise possa ser condizente com o seu perfil. Nesta etapa são solicitadas informações da sua situação empregatícia, renda entre outros;
  2. Informações sobre o empréstimo – Depois você deverá preencher os dados relativos ao empréstimo, como o valor e condições de pagamento, ou seja, quanto deseja receber e em quanto tempo pretende pagar.
  3. Cotar empréstimo online – Depois o simulador de empréstimo lhe informará as opções de empréstimo disponíveis para o seu perfil, com dados de valores de parcelas, taxas de juros e financeiras disponíveis para que você faça a escolha que mais lhe agrada.

E pronto você já tem a sua simulação em mão, depois disso é só contratar o seu empréstimo. É rápido, fácil e muito seguro, e você nem precisa sair de casa para ter acesso a todas as opções disponíveis no mercado.

Antes de confirmar seu empréstimo, confira algumas operadoras que oferecem a opção de cotar empréstimo online, depois é só acessar a página da operadora e cotar empréstimo de forma fácil e rápida. Confira:

  1. Bom para Crédito
  2. Creditas
  3. Finanzero
  4. Lendico
  5. Geru
  6. Rebel

Gostou do nosso post? Espero que tenhamos lhe auxiliado a esclarecer suas dúvidas. Então escolha o seu simulador de empréstimo e compare hoje mesmo!

Dicas para montar um espaço de eventos na sua empresa

Já está provado: funcionários felizes produzem mais e melhor. Por conta disso, cada vez mais empresas têm despertado para a importância de manter suas equipes motivadas e satisfeitas nos âmbitos pessoal e profissional. Entre as ferramentas usadas para tal, estão os eventos corporativos, que mesclam entretenimento e capacitação, ajudando a moldar uma cultura própria da empresa.

Contudo, engana-se quem pensa que essa é uma iniciativa simples. É fundamental que todo e qualquer evento, por mais que se destine apenas a um pequeno público interno da empresa, seja bem planejado. Do contrário, a equipe provavelmente notará o improviso e a medida terá o efeito contrário.

 

Uma das melhores maneiras de garantir que seus eventos ocorrerão sempre de forma proveitosa para todos, é contando com uma área específica para eles no interior de sua empresa. Assim, sua organização será muito mais simples e a ocasião não representará uma disrupção na rotina dos funcionários.

 

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas para montar um espaço de eventos incrível nas dependências do seu estabelecimento:

 

1.  Escolha uma área apropriada da empresa

Pode parecer óbvio, mas o primeiro passo para garantir que o espaço será apropriado é selecionar uma área adequada para a sua montagem. Normalmente, opta-se por uma sala coberta onde, normalmente, é construído um local que lembra um auditório.

 

Ainda assim, nada impede que os eventos da sua empresa aconteçam ao ar livre. Entretanto, é preciso tomar precauções para evitar que as más condições climáticas não frustrem ocasiões minuciosamente planejadas. Um exemplo é a instalação de uma cobertura metálica. Deste modo, os frequentadores ficarão protegidos tanto da chuva quanto do sol, proporcionando mais conforto e um melhor aproveitamento das atividades em questão.

 

2.  Invista na locação de um palco

O recurso de convidar palestrantes de renome em determinado segmento é de praxe para tornar um evento corporativo mais interessante. Contudo, de nada adianta convidar o maior nome do mercado para transmitir conhecimento a seus empregados se ele não dispuser de um espaço adequado para tal.

 

A boa notícia é que há uma solução que está ao alcance de praticamente todos os estabelecimentos: a locação de palco. Seu principal diferencial em relação à compra de uma estrutura é o fato de que o valor pago é referente, apenas, ao período durante o qual ela será utilizada, o que, em boa parte dos casos, significa economia. Além disso, como o palco não estará sempre montado, o espaço pode ser aproveitado com outras finalidades, como atividades de integração.

 

3.  Antes de cada evento, pense nos recursos gráficos

O fato de um evento ser realizado nas próprias dependências da empresa não significa que ele não deva ser planejado do zero – afinal de contas, cada ocasião tem uma finalidade diferente: enquanto o foco de algumas é a qualificação da equipe, em outras a ideia é promover a descontração depois do alcance de uma meta ou da finalização de um projeto difícil.

 

Por conta disso, é fundamental que, a cada ocasião especial que acontecer no espaço corporativo destinado a isso, a equipe responsável elabore um banner para eventos, de acordo com a sua proposta, bem como outros materiais gráficos. Assim, será possível criar uma atmosfera única para ele, aumentando as chances de que a repercussão entre a equipe seja positiva – e, consequentemente, que a ocasião seja um sucesso.

 

4.  Não se esqueça da padronização dos uniformes

Em todo e qualquer evento corporativo, o profissionalismo é um aspecto fundamental. Isso também vale para ocasiões pequenas e focadas apenas no público interno de um estabelecimento: qualquer sinal de desleixo e de improviso prejudica o seu sucesso.

 

Para evitar que isso aconteça, é essencial que os organizadores pensem em todos os detalhes, por mais discretos que eles sejam. É preciso, por exemplo, usar a impressão digital em tecido para criar uniformes padronizados para todas as pessoas que atuarão na recepção aos frequentadores: além da imagem mais profissional, isso fará com que todos os participantes saibam a quem recorrer em caso de dúvidas, gerando mais organização durante todo o evento. Outras medidas que também podem ser usadas nesse sentido é a distribuição de brindes personalizados e até mesmo a distribuição de crachás para a identificação de todos os membros do público presente.

Confira detalhes importantes para realizar um evento de sucesso

Conhecer novos fornecedores, fechar novos negócios e garimpar contatos preciosos para avançar na carreira. Esses são alguns dos muitos aspectos de feiras e eventos corporativos que atraem milhares de profissionais das mais diversas áreas a tais ocasiões todos os anos. Por conta disso, há quem considere que esse mercado é uma boa opção para se investir.

Entretanto, quem pensa que organizar um evento corporativo é simples, está redondamente enganado: é preciso definir uma série de aspectos, alguns deles decisivos para fazer com que a feira seja um sucesso ou um fracasso total. A boa notícia é que, por mais que a organização de uma ocasião do tipo seja difícil, ela está bem longe de ser impossível: para evitar um fiasco, basta que os organizadores adotem algumas boas práticas, eles por sua vez, têm tudo para tornar a ocasião memorável.

 

Quer saber mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas preciosas para a organização de um evento corporativo de arrasar:

 

1.  Planeje com antecedência

Já dizia o ditado – e a sua avó -: a pressa é a inimiga da perfeição. No universo dos eventos, isso é ainda mais válido, já que os organizadores têm que resolver questões como:

 

  • O local que abrigará a feira;
  • A contratação de pessoal para receber os frequentadores;
  • A contratação de palestrantes e outras atrações;
  • Qual será o orçamento disponível para cobrir tudo isso.

 

Para evitar que tudo dê errado na hora H, uma das principais dicas dos profissionais é começar com bastante antecedência, principalmente no caso de ocasiões de grandes proporções. Deste modo, haverá tempo mais que suficiente para acertar todos os detalhes sem stress, desde a compra ou aluguel de um púlpito de acrílico usado pelo mestre de cerimônia, até a montagem dos stands básicos que são oferecidos de praxe a todos os participantes que usarem o evento para divulgar seus produtos ou serviços.

 

2.  Tenha uma estratégia de divulgação de primeira

Você pode até organizar o maior e melhor evento que determinado setor já conheceu, mas isso não vai adiantar nada se ninguém souber de sua realização. Por conta disso, outro aspecto que pode ser um verdadeiro divisor de águas entre um evento de sucesso e um fracasso total, é a divulgação.

 

Contudo, ao pensar em uma estratégia para ela, é preciso ter em mente que quantidade é diferente de qualidade. Em outras palavras, por mais que estratégias de alto alcance, como o uso de um balão promocional, sejam importantes, também é preciso adotar técnicas mais segmentadas, como as redes sociais. Assim, será possível garantir que as pessoas atingidas realmente são aquelas para o qual todo o evento foi pensado.

 

 

3.  Garanta que o ambiente seja profissional

Ao contrário de eventos como casamentos e formaturas, uma feira corporativa é uma ocasião que é pensada para ser profissional. Assim, diferente de outras situações, é essencial que o seu ambiente encoraje uma atitude repleta de profissionalismo, tanto por parte dos expositores quanto dos visitantes.

 

Para que isso aconteça, é importante que, além de uma decoração elaborada minuciosamente com essa finalidade, existam alguns detalhes que proporcionem um ar mais profissional ao evento. Um deles, é o uso de um crachá em PVC, com informações a respeito de todas as pessoas do recinto: organizadores, funcionários, expositores e visitantes. Assim, o contato entre as pessoas será muito mais fácil, o que por sua vez, favorece o estabelecimento de parcerias e até mesmo o fechamento de novos negócios no âmbito da feira.

 

4.  Pense em brindes que o público irá amar

Apesar de algumas pessoas os enxergarem apenas como mimos, a distribuição de brindes corporativos em eventos do tipo, é muito importante. Além de ser uma gentileza para com os frequentadores, esses materiais, quando bem selecionados, proporcionam um melhor aproveitamento da feira. Por exemplo: uma pasta pode ser usada para armazenar materiais promocionais de expositores, enquanto que um bloco de papel e uma caneta são fundamentais para a realização de anotações sobre coisas interessantes vistas na ocasião. Tudo deve estar bem embalado, com o uso de itens como uma fita de cetim personalizada.

 

Da mesma forma, os brindes também podem servir como instrumentos de marketing. Isso porque, depois que ele passar e as próximas edições acontecerem, esses objetos reforçarão a presença da marca junto aos frequentadores e expositores em potencial. Com isso, as chances de que eles retornem são muito mais altas.