Existe uma nota mínima Enem para entrar na faculdade?

O ENEM, ou Exame Nacional do Ensino Médio, hoje é o principal meio que os brasileiros usam para adentrar em universidades públicas, mas a principal dúvida de quem vai prestar a prova é se existe uma nota mínima para ser aprovado.

nota mínima Enem

Além de ser utilizado por pessoas que desejam entrar em uma universidade pública, o ENEM hoje também é a porta de entrada para diversos outros programas educacionais, como:

  • SISU ou Sistema de Seleção Unificada: que oferece vagas nas universidades públicas.
  • ProUni ou Programa Universidade para Todos: que distribui bolsas de estudo.
  • FIES ou Fundo de Financiamento Estudantil: que possibilita o financiamento em faculdades particulares.

Assim, se você deseja saber a nota mínima do ENEM para entrar nesses e em outros tipos de programas educacionais, basta continuar acompanhando este texto.

O que é a mínima do ENEM para se entrar em uma universidade

Você deve ter em mente que a famosa do nota de corte, ou a menor nota para ser aprovado, não é única para todos os tipos de cursos e processos seletivos.

Esta pode variar de acordo com universidade que você deseja fazer, a sua reputação e o número de vagas disponíveis que há disponível.

Uma boa maneira de descobrir a nota mínima para um curso que você deseja fazer, é conferir as edições de processos seletivos passados.

Mas, confira abaixo algumas das notas mínimas mais comuns que as universidades costumam cobrar para os estudantes que entrarão pelo ENEM:

  1. Nota mínima para entrar em uma universidade pública

Para quem deseja entrar em uma universidade pública através do ENEM é preciso antes se inscrever no SISU e escolher:

  • Curso
  • Universidade
  • Turno
  • Modalidade de concorrência: cotas ou ampla concorrência.

Aqui, só são aceitas inscrições de candidatos que fizeram a prova mais recente do Enem, ano anterior, e não é permitido ter zerado na redação.

Também, as notas de corte mais altas são para os cursos mais concorridos como Medicina e Direito, e costumam variar entre 700 e 800. Já cursos com baixa concorrência, a nota mínima é mais baixa, variando entre 400 a 500.

Assim, quem tira por volta de 600 já possui uma boa nota para ser aprovado em diversas faculdades.

  1. Nota mínima para conseguir bolsa de estudo

Para quem deseja uma bolsa de estudar em uma faculdade particular a melhor opção é o ProUni, que distribui bolsas integrais e parciais.

O objetivo desse programa governamental é atender alunos de baixa renda a realizarem uma graduação, sendo por este motivo que para concorrer a uma das bolsas é preciso ter renda familiar mensal bruta de no máximo 3 salários mínimos.

Também, para concorrer a uma bolsa é preciso ter realizado a última edição do ENEM e ter tirado uma nota superior ou igual a 450 pontos na média geral e não zerar a redação.

Aqui, com uma nota de 600 pontos é já é possível conseguir uma bolsa em cursos menos procurados.

Mas, como em todos os casos, cursos mais concorridos como Direito, Enfermagem, Engenharias possuem notas mínimas mais elevadas, que em geral estão sempre acima de 700 pontos.

  1. Nota mínima para conseguir um financiamento estudantil

Outro programa governamental que ajuda alunos de baixa renda a fazer uma graduação é o FIES, um programa de financiamento estudantil, onde através dele é possível financiar o seu curso a juros mais baixos e pagar apenas depois de formado.

Para se inscrever no programa é preciso ter feito alguma edição do ENEM depois de 2010 e, tirar uma nota igual ou superior a 450 pontos nas provas gerais e não zerar a redação.

Como o programa também visa atender alunos de baixa renda, é preciso possuir uma renda familiar mensal bruta de no máximo 2,5 salários mínimos para poder realizar o financiamento.

Em geral a nota mínima do FIES não costuma ser muito elevado, já que os melhores estudantes já garantiram a sua vaga em outros programas estudantis

Mas, ainda é comum que cursos mais concorridos como Medicina, por exemplo, ainda possuem uma nota de corte superior a 700 pontos.

Como você pode perceber, a nota mínima para entrar em uma faculdade utilizando o ENEM gira em torno de 600 pontos, sendo possível entrar em bons cursos com esta nota.

Mas caso você deseja estudar em um dos considerados concorridos, talvez seja o caso de dar uma estudada a mais para subir ainda mais essa nota.

Truques de Estilo: Quatro truques infalíveis

A moda está cada vez mais democrática. Todos os dias surgem novas tendências, novas cores, novos modelos de roupas e sapatos e combinações inusitadas passam a ser aceitas.

Ultimamente o conforto está sendo prioridade para muitas mulheres na hora de se vestir. E o melhor é que ousar com conforto está na moda. Sendo assim, podemos ficar à vontade para se vestir e se sentir bem através do que usamos.

Nesse contexto, alguns truques de estilo que nos ajudam a vestir melhor diariamente em nosso look do dia têm surgido e facilitado bastante. Para os dias de correria ou não, algumas dicas são bastante úteis.

  • O Truque da terceira peça

A terceira peça se tornou um truque infalível para deixar o look mais estiloso.

Quando falamos em terceira peça, entenda: um colete, uma jaqueta ou uma camisa aberta por cima, por exemplo.

Esse truque é interessante porque deixa qualquer look simples e básico mais interessante.

Você pode apostar naquela combinação mais simples, como uma calça jeans e camiseta, e acrescentar um charme com uma terceira peça, como um colete jeans por exemplo.

Além disso, a terceira peça também pode ser usada para disfarçar as gordurinhas indesejadas no look, por exemplo. Dessa forma, você ainda pode usar esse truque para valorizar o seu corpo.

  • Estilo Hi-Lo

O Hi-lo é uma tendência de estilo que remete ao inglês High and Low, ou seja: o alto e o baixo, o elegante e o básico/largado.

Esse truque consiste em combinar peças de estilos contrastantes no look, que juntas formam uma combinação despojada e chique para qualquer ocasião.

Por exemplo, criar uma combinação de jeans e tênis (esportiva) com uma peça de alfaiataria como um blazer por exemplo.

  • Usar um cinto

O cinto é um acessório que pode transformar qualquer look simples e básico em estilo. Ele pode ser a “cereja do bolo” para deixar a sua combinação mais interessante.

Você pode usar desse truque de Estilo em um vestido, um colete, um blazer, e da forma mais convencional, no passador da calça, por exemplo.

O cinto pode ser um acessório muito versátil, usado em diversas combinações e o mais legal é que, ele também pode servir para ressaltar ou disfarçar uma parte do seu corpo.

Simples truques utilizando o cinto pode ajudar a marcar a sua cintura e dar a impressão de uma silhueta mais fina. Interessante, né?

  • Vestido com tênis

A combinação vestido com tênis está a cada dia mais popular entre as mulheres.

A verdade é que, com essa democracia da moda e o conforto em alta, o tênis está sendo cada dia mais usado nos looks e em diversas ocasiões.

Há algum tempo atrás, ir para a balada a noite com tênis era improvável, não era bem aceito no mundo fashion. Porém, hoje em dia, não só é bem visto, como está em alta.

O tênis com vestido se tornou uma tendência que é prática, confortável e de muito estilo. Essa combinação pode ser usada durante o dia, durante a noite e com os mais diversos modelos de vestido e de tênis.

Espero que esses truques de estilo te ajudem a transformar suas combinações com mais estilo e ousadia. O grande segredo para ser mais estilosa é não ter medo de inovar. A moda é democrática.

Dicas para escolher o plano de saúde ideal para você

No Brasil, o plano de saúde é uma necessidade básica para a população, já que o serviço público de saúde, o SUS, infelizmente não consegue suprir a demanda. Portanto, a dúvida não é se deve ou não comprar, mas sim qual deles contratar?

Dicas para escolher o plano de saúde ideal para você

Para que você consiga responder a essa pergunta é preciso estar atento à algumas informações e características das diversas modalidades existentes de plano. Confira agora dicas essenciais para tomar a melhor decisão nessa aquisição tão importante.

Entenda as diferenças entre os planos de saúde

Ao começar sua busca pelo plano de saúde ideal, é preciso entender as diferenças existentes no mercado. As classificações se resumem em quatro tipos e a principal diferença entre elas está nos serviços que serão garantidos de acordo com as especificações da Agência Nacional de Saúde (ANS):

 

  • Ambulatorial: Plano que cobre vários tipos de consultas e exames laboratoriais.
  • Hospitalar: Oferece cobertura durante internação e em todos os procedimentos hospitalares
  • Referência: Engloba toda a assistência ambulatorial, hospitalar e obstétrica, portanto o mais completo.
  • Odontológico: Cobre apenas os serviços referentes à odontologia.

Também é preciso ter atenção nas modalidades, que podem ser: individual; familiar; coletivo ou; com coparticipação. Cada uma delas tem alteração no valor e nas regras de contratação e utilização.

 

Analise a cobertura do plano e a rede credenciada

É importante pensar sobre isso, pois mesmo que a ANS preveja em lei os diversos tipos de serviços que as operadoras de planos de saúde precisam fornecer, algumas não seguem o padrão. Por isso, se informe sempre no site da própria operadora ou entrando em contato com a mesma.

Quanto a rede credenciada, é preciso levar em conta a qualidade das clínicas, médicos e laboratórios fornecidos pelo plano e região do cliente. Também é recomendado solicitar uma relação dos hospitais e identificar se nela é possível encontrar os especialistas que o segurado precisa

Saber se o plano fornece bons prontos-socorros também é essencial para os momentos de urgência. Aliado a isso, é recomendado se informar sobre o acesso aos serviços, como ele é feito e se possui burocracias que poderiam trazer dores de cabeça.

 

Relacione suas necessidades com seu orçamento

Antes de tomar uma decisão, faça uma análise do seu histórico de saúde, bem como o de outras pessoas na sua família que também precisarão do plano, como crianças ou idosos. Isso ajudará você a definir a modalidade e os tipos de benefícios mais necessários, evitando o pagamento de itens que não são realmente essenciais.

Após isso, é preciso pensar no que seu orçamento consegue pagar. É possível encontrar opções variadas no mercado, desde R$100,00 até R$1000,00 por mês, dependendo da idade e das condições de saúde do beneficiado. O valor geralmente é um dos principais impedimentos para muitas pessoas.

Se você não pode investir no plano completo, contratar o mais barato servirá para suprir algumas das maiores necessidades. Entretanto, se você precisar pagar apenas mais 20 reais para ter o conjunto completo de benefícios que precisa, vale a pena se esforçar para desembolsar um pouco mais.

 

Conheça a empresa que está contratando

Antes de fechar o negócio com uma operadora de plano de saúde, verifique o histórico de atuação dela para saber se o serviço é realmente como falam. Em primeiro lugar, uma consulta no site da ANS para verificar o Índice de Desenvolvimento em Saúde Suplementar (IDSS) pode garantir que aquele plano fornecido é eficiente e confiável.

O IDSS é responsável por classificar as empresas rigidamente, de acordo com sua estrutura de assistência, situação econômico-financeira, satisfação dos consumidores e atenção à saúde.

O próprio site da ANS possui uma área reservada para as reclamações mais frequentes sobre a empresa, mas também é possível procurar em sites como o “Reclame Aqui”. Assim você consegue verificar os maiores problemas da operadora e se ela se empenha em resolvê-los.

Por último, avalie se a operadora possui canais de contato acessíveis e com rápida resposta, como um chat online no site, um número 0800 com canal de atendimento, páginas em facebook, etc.

 

Não tenha medo de perguntar todas as informações necessárias para cessar suas dúvidas e, se possível, contate alguém que já tenha utilizado o plano anteriormente e peça a real avaliação dele sobre os serviços nas clínicas, consultórios e hospitais. Tudo é importante com sua saúde em jogo.

Empréstimo Consignado x Empréstimo pessoal: Qual a diferença?

Muitas pessoas buscam as linhas de empréstimo para conseguir um folego financeiro para ajustar o orçamento ou mesmo para quitar dividas em atraso, além de emergências que podem ocorrer e precisam de um dinheiro extra para ser resolvidas.

No momento da tomada de crédito é muito importante, porém realizar um bom planejamento financeiro, entender todo seu orçamento pessoal para que a tomada do empréstimo seja de fato algo que te ajude a resolver a situação financeira atual e não se torne um problema ainda maior no futuro.

Após entender seu fluxo financeiro é essencial também definir qual linha de crédito pessoal vai te atender melhor e ser a opção ideal para a sua necessidade, existem diversas linhas de crédito pessoal disponíveis no mercado e estas linhas possuem diferentes taxas de juros e características que fazem toda a diferença no momento de contratação.

Vamos explicar abaixo as características do Empréstimo Consignado e do Empréstimo Pessoal para facilitar a escolha da linha de crédito que melhor atende suas necessidades.

Empréstimo Consignado x Empréstimo pessoal Qual a diferença

Empréstimo Consignado:

O Empréstimo consignado é uma das linhas mais comercializadas pelas instituições financeiras, principalmente por sua facilidade na contratação e características que diminuem muito o risco de crédito da operação e permitem também que as condições de taxas de juros sejam bastante atrativas.

Basicamente no Empréstimo Consignado, a instituição financeira realiza um contrato com a empresa ou órgão publico pagador de salários e benefícios, como o INSS por exemplo, para permitir a realização de empréstimos vinculados a folha de pagamento do tomador do crédito.

Desta forma as parcelas do empréstimo são debitadas diretamente da folha de pagamento do tomador, sendo automaticamente pagas e não havendo então risco de crédito para instituição financeira já que o débito é automático e não depende de nenhuma ação de pagamento.

Empréstimo Pessoal:

O empréstimo Pessoal por sua vez é uma linha de crédito que não exige comprovação do uso do dinheiro, que é liberado com base nas regras e modalidades disponíveis de cada instituição financeira.

O Crédito pessoal pode ser liberado sem necessidade de garantia, normalmente em casos de pessoas que possuem bom relacionamento com as instituições financeiras e com o mercado. Mas também existem modalidades com a utilização de garantias, que podem facilitar a liberação da operação, além de flexibilizar também as taxas de juros, prazo, valor do empréstimo entre outras condições.

As principais modalidades de empréstimo pessoal são:

  • Empréstimo Pessoal com garantia de imóvel
  • Empréstimo Pessoal com garantia de automóvel
  • Empréstimo Pessoal com garantia de aplicação financeira
  • Empréstimo Pessoal com garantia de Previdência Privada
  • Empréstimo Pessoal com garantia de aplicação financeira
  • Empréstimo Pessoal Pré Aprovado
  • Empréstimo Pessoal com Avalista

É importante sempre considerar todas as opções disponíveis antes de efetivar a contratação do seu empréstimo, além de escolher a modalidade que melhor vai te atender em questão de custos e garantias é muito válido realizar a cotação da sua operação entre diferentes instituições financeiras.

No mercado existem muitas ofertas diferentes e as vezes as variações de taxas e condições podem ser muito impactantes quando comparadas diferentes instituições financeiras em situações de empréstimo iguais.

Unimed Uniplan: Conheça a Unimed Uniplan

A nossa saúde e da nossa família, deve vir sempre em primeiro lugar, por isso que a escolha de um plano de saúde competente, como oferecido pela Unimed Uniplan é tão importante.

É preciso que você entenda que sem a nossa saúde, não há como buscar as outras coisas da nossa vida, como buscar alcançar nossos sonhos e aproveitar a vida ao lado das pessoas que amamos.

Há hoje no mercado, diversas empresas que vendem planos de saúde, entre essas empresas está a Unimed Uniplan.

Unimed Uniplan Conheça a Unimed Uniplan

Sendo um plano de saúde voltado para o setor empresarial, e para quem deseja oferecer este tipo de benefícios aos seus funcionários, hoje iremos falar mais sobre a Unimed Uniplan para você conhecer mais sobre este plano de saúde e o que ele tem a oferecer.

O que é a Unimed Uniplan?

Este serviço se baseia em um plano de saúde empresarial, mas que conta com benefícios para os associados e possui como foco pequenas, micro, médias e grandes empresas.

A contratação dos planos da Unimed Uniplan oferece cobertura para as pessoas jurídicas, ou com vínculo empregatício, que pode ter incluído no plano os dependentes e o grupo familiar.

A Unimed Uniplan oferece três categorias gerais, são elas:

  • Cobertura Nacional:  Oferece atendimento com mais de 110 mil médicos na rede Unimed em todo o território brasileiro.
  • Cobertura Estadual:  Abrange todos os município do seu estado e caso de emergência o atendimento pode ser feito em todo o brasileiro.
  • Cobertura Regional: Abrangência regional, com um ou mais municípios já previamente definido em sua região.

A escolha da cobertura do seu plano da Unimed Uniplan, irá depender da sua necessidade e do que você busca em um plano de saúde.

Vantagens que oferecida aos seus clientes

A Unimed Uniplan, possui a disposição de seus clientes, diversos benefícios, que variam desde os mais complexos e exclusivos, até os mais básicos.

A empresa possui ainda uma ampla rede de instituições de saúde conveniados com o que há de mais moderno e inovador em equipamentos médicos.

Confira algumas vantagens:

  • Cobertura nacional para o atendimento do pronto-socorro.
  • Rede credenciada que abrangente o atendimento em todo país.
  • Contratação fácil e rápida.
  • Canal de atendimento exclusivo e diferenciado.
  • Cobertura completa em todos os procedimentos.
  • Hospitais próprios com reconhecimento internacional e qualificados.
  • Acomodações de acordo com a escolha do cliente.

A Unimed Uniplan, conta ainda com planos e serviços exclusivos para as empresas, com benefícios que podem ser específicos de acordo com o segmento.

Mas, se você decidir contratar os serviços da Unimed Uniplan, saiba que é possível pagar até 35% menos em comparação planos individuais, e ainda não há carência para contrações com mais de 30 vidas.

Reembolso

É possível também ter reembolso com o plano Platina, mas há um valor máximo para o mesmo, que é de R$ 120,00, e apenas inclui as consultas simples.

Carências

Como já citamos, a carência da Unimed Uniplan para mais de 30 vidas é zero, porém abaixo desse número, há carências que variam de acordo com:

  • 24 horas para urgência e emergência.
  • 30 dias para consultas e exames simples.
  • 90 dias para exames mais complexos.
  • 180 dias para procedimentos complexos e internações para cirurgias.
  • 10 meses para parto.
  • 720 dias para lesões e doenças pré-existentes.

Independente de qual for a sua escolha no momento de contratar um plano de saúde, é importante ressaltar que você deve levar em conta o melhor custo benefício, principalmente se você for oferecer estes serviços aos seus colaboradores.

A Unimed Uniplan oferece o melhor atendimento, nos momentos mais difíceis de nossa vida, e você precisa estar ciente disso na hora de escolher o seu plano de saúde.

PLENA SAÚDE: CONHEÇA O PLANO PLENA SAÚDE

A convênio médico Plena Saúde se trata se uma grande operadora de serviços particulares em saúde. Sua rede credenciada e referencial se encontram distribuídas da cidade de São Paulo, até o momento. A intenção da operadora de saúde, no entanto, é aumentar sua área de abrangência, nos próximos anos.

A Plena Saúde oferece planos de saúde para pessoas físicas, pessoas jurídicas, além de plano odontológico. Alguns corretores de planos de saúde afirmam que a Plena Saúde representa um dos melhores custos X benefícios do mercado, atualmente.

Plena Saúde

Facilita o dia a dia dos associados

Para ajudar os associados não perderem tempo, a Plena Saúde conta com um site completo, que permite que quase tudo possa ser feito pela internet. É possível ter acesso aos boletos de pagamento, rede credenciada, rede referencial, etc.

Além disso, os associados da operado contam com descontos atrativos em academias, óticas, dentistas, estacionamento e muitos outros serviços.

Também há dicas superimportantes e interessantes sobre saúde, que são atualizadas constantemente.

Atendimento ao Associado

Para prestar um melhor atendimento aos seus associados, a Plena Saúde atende-os via telefone (SAC), mídias sociais (Instagram, Facebook, Twitter, etc) e formulários eletrônicos disponíveis no site. Também é possível agendar consultas e exames de baixa complexidade pelo site – isso evita ter de procurar os contatos de médicos e laboratórios naqueles livros tradicionais de planos de saúde.

 

App Plena Saúde

A Plena Saúde procura sempre acompanhar as novas tecnologias do mercado. Os associados da operadora, por exemplo, podem baixar em seu aparelho de telefone celular o aplicativo da Saúde Plena – gratuito e compatível com smartphones com sistema operacional iOS e Android.

Pelo app Plena Saúde, o associado pode obter informações diversas sobre o plano, como: rede credenciada e referencial, boletos, dicas de saúde e outras funcionalidades.

 

Planos Disponíveis da Plena Saúde

 

Como já mencionado, a Plena Saúde oferece as opções de planos:

  • Plano de Saúde Empresarial,
  • Coletivo por Adesão,
  • Plano de Saúde Odontológico,
  • Plano de Saúde Pessoa Física.
  • Plano de Saúde Pessoa Física Familiar.

 

Quero me tornar um associado Plena Saúde, Como Proceder?

 

Os interessados em aderir a um dos planos de saúde oferecidos pela Plena Saúde, basta ligar para a Central de Vendas, consultar um corretor que trabalhe com a operadora ou preencher o formulário online disponível no site da operada – um representante da empresa entrará em contato.

Antes de fechar um contrato, os profissionais que representam a Plena Saúde, esclarecerão qualquer dúvida que você possa ter. A operadora atua de acordo com as normas especificadas pela SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) – órgão que fiscaliza e regulamenta os convênios médicos particulares que são comercializados em todo o país.

 

Plano Completo e Acessível? Plena Saúde dá isso para você!

 

Não perca mais tempo. Entre em contato com a Plena Saúde e obtenha as informações. Os planos são superacessíveis, se considerarmos sua ampla rede credenciada e referenciada de médicos, hospitais, clínicas, laboratórios, etc.

Você pode, enfim, oferecer um excelente plano de saúde para si mesmo, para a sua família ou para os funcionários da sua empresa!

Cinquenta Tons Mais Escuros: conheça a história

Quando Anastasia Steele (Dakota Johnson) decide pôr um fim no conturbado relacionamento com Christian Grey (Jamie Dornan), ela não imaginava que seria tão difícil. Sr. Grey não aceita o término do romance e decide aceitar as regras sexuais da garota.

Cinquenta tons mais escuros - conheça a historia do filme

Assim, inicia o segundo filme Cinquenta Tons Mais Escuros, da série de filmes americanos sobre romance erótico. Iniciado por Cinquenta Tons de Cinza, a franquia de sucesso iniciou com direção de Sam Taylor-Johnson e foi baseada na obra da escritora E. L. James.

Conheça a história e personagens do novo filme, dessa vez, dirigido por James Foley.

 

  • O que esperar de Cinquenta Tons Mais Escuros?

 

Quem acompanhou o primeiro filme, deve se lembrar como era o relacionamento entre o casal de protagonistas: baseado em contrato, com a mocinha ex-virgem aceitando as regras do sr. Grey, adepto ao BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo).

Entretanto, em Cinquenta Tons Mais Escuros, a história começa com Anastasia menos ingênua, mais dona de si e ciente do que deseja no romance erótico com Christian Grey.

Se antes o autoritário personagem de Jamie Dornan decidia os limites – quando havia – das relações sadomasoquistas entre quatro paredes, no segundo filme ela delimita as ousadias e muda a dinâmica do casal.

Porém, essa mudança não chega a ser gritante, pois a valorização dos corpos continua, ainda que mais comportada que do primeiro longa.

A sensação que essa série de filmes passa é que somente um trauma de infância – revelado durante um pesadelo do sr. Grey – justifica seu gosto por sexo sadomasoquista, seu comportamento autoritário e machista.

Além disso, o telespectador mais sonhador (ou telespectadora) pode acreditar que um grande amor tem o poder de fazer alguém abdicar-se de seu “passado sombrio” e de transformar-se em “alguém melhor”.

Cinquenta Tons Mais Escuros também ganhou participações especiais de Kim Basinger (L.A Confidential), Eric Johnson (Smallville) e Bella Heathcote (Neighbours).

 

  • Elenco principal de Cinquenta Tons Mais Escuros

 

  • Dakota Johnson – Anastasia Steele
  • Jamie Dornan – Christian Grey
  • Bella Heathcote – Leila Williams
  • Kim Basinger – Elena Lincoln
  • Eric Johnson – Jack Hyde
  • Hugh Dancy – Dr. John Flynn
  • Marcia Gay Harden – Grace Trevelyan Grey
  • Eloise Mumford – Kate Kavanagh
  • Tyler Hoechlin – Boyce Fox
  • Luke Grimes – Elliot Grey

O longa Cinquenta Tons Mais Escuros também contou com a participação da cantora, compositora e atriz britânica Rita Ora, como Mia Grey, irmã do protagonista. Assim como ocorreu no primeiro filme, a aparição da cantora não teve tanta notoriedade, mas pode ser interessante para quem é fã.

Para quem não se lembra, antes dessa franquia de sucesso, Jamie Dornan interpretou o serial killer Paul Spector e o xerife Humbert nas séries The Fall e Once Upon Time, respectivamente.

Cinquenta Tons Mais Escuros é considerado uma recriação do início da franquia cinematográfica, mudando apenas a dinâmica do casal, contrastando (novamente) a riqueza e o sexo “proibido” e romantizando uma relação que prioriza a nudez no universo sadomasô.

A sequência estreou em 9 de fevereiro de 2017, e é seguida pelo terceiro filme, Cinquenta Tons de Liberdade, tendo estreado em 8 de fevereiro de 2018.

Dicas para toda profissional recepcionista

 

DICAS PARA TODA PROFISSIONAL RECEPCIONISTA

Agendas, relatórios, atas, telefonemas e atendimento ao público, são algumas das responsabilidades que as recepcionistas tem que dominar. Organização, responsabilidade, ética e respeito com as pessoas, também fazem parte do perfil desse profissional.

As vezes o recepcionista precisa encarar outras funções como de telefonista, secretária e até porteiro, e mesmo nesses casos deve trabalhar com excelência. Para desempenhar suas atribuições da melhor maneira, ela deve estar preparada profissionalmente e saber lidar com os desafios da profissão. Nesse artigo, damos dicas para toda profissional recepcionista, que não pode faltar no currículo.

Comunicação é tudo

Um bom profissional recepcionista está diante do público o dia todo, seja ele outros funcionários, transeuntes e principalmente clientes, e saber lidar com cada um deles é fundamental.

Trabalhe sua comunicação de forma que ao abordar uma pessoa, a trate com educação, ofereça as informações solicitadas com clareza e conclua o diálogo de forma o mais formal e esboçando ao máximo a simpatia. Falar de forma grosseira e ser deselegante ou desrespeitoso, não pode nem deve ser uma opção.

Seja confiável e suas palavras credibilidade

Ser uma pessoa confiável é demonstrar a seus superiores e pessoas em geral que és uma profissional segura de seu trabalho e que eles podem contar com todos seus esforços em prol da empresa.

Bons recepcionistas e que esbanjam confiança, além de ter em suas mãos as responsabilidades mais importantes, ainda tem mais chances de crescer na empresa. Outro ponto que também faz parte da confiança é a credibilidade e principalmente nas palavras diante das pessoas.

Quando disser que fará algo, faça. Quando informar sobre algo também, tenha a certeza de que o que está informando é o correto e que a pessoa entendeu claramente o que solicitou. Seja um profissional transparente e eficaz.

Seja organizada ao extremo

A organização de seus pertences é importante mas o local de trabalho é fundamental. Cuide de cada bem da empresa como se fosse seu e deixe cada equipamento e objeto necessário para seu trabalho à vista e à mão. Local desorganizado tem mais probabilidade de perda de documentos e objetos importantes.

Seja multitarefa

DICAS PARA TODA PROFISSIONAL RECEPCIONISTA

Muitas pessoas acham uma loucura, mas o dia a dia de um recepcionista é bastante movimentado e as vezes é uma ´´loucura“ mesmo. A profissional precisa atender telefone, anotar recados, conversar com clientes e fornecedores e tudo ao mesmo tempo, e as empresas esperam exatamente isso, que o profissional recepcionista seja multitarefa e eficiente em todas elas.

Atualmente as empresas estão em busca de pessoas pró ativas, que tomem a frente das tarefas e façam suas atribuições de forma ágil e eficaz, por isso o profissional dessa área não pode ter ´´corpo mole“ ou esperar que seu dia a dia seja tranquilo, mas sim movimentado e necessário um profissional a altura.

Tomando nota de tudo

Recepcionistas precisam estar sempre com um bloco de notas, para obter todas informações necessárias de seus superiores e também do cotidiano de seus desafios da profissão.

Não pense que apenas guardando um número ou pedido de cabeça para anotar depois será a solução, pois é possível que esqueça e confunda as informações. Tenha o hábito de manter um bloquinho de notas sempre a mão quando preciso.

Se qualificando profissionalmente

Não é fácil ser recepcionista, pois todas as dicas deste artigo ainda são pequenas diante da necessidade que a profissão exige. Por isso faça cursos complementares como informática, redação e telefonista, pois são primordiais para o exercício da função em uma recepção.

Além disso, cursos de recepcionista, ajudam aos profissionais da área e pessoas que pensam em trabalhar no ramo, como é o cotidiano, atribuições e desafios que irão encontrar. Se qualificando, as chances de crescimento e outras portas são muito maiores para esses profissionais.

Seguro viagem Europa: 5 motivos para contratar um seguro viagem Europa

Você já ouviu falar no seguro viagem Europa e que ele é item obrigatório em suas viagens? Essa é apenas uma das coisas que é preciso considerar antes de sair do país.

Seguro viagem Europa - 5 motivos para contratar um seguro viagem europa

Sabemos que viajar é prazeroso, relaxante, com possibilidade de conhecer novas culturas e lugares, mas e quando surge um problema de saúde? Isso torna qualquer passeio frustrante. Por isso, é importante levar em conta os imprevistos, contratando um seguro viagem.

Mais que proteger o viajante, o seguro viagem Europa é obrigatório em diversos países europeus que assinaram o Tratado de Schengen. O acordo exige que os turistas tenham o seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

Se você pretende viajar para Europa e ainda não se convenceu em contratar um seguro viagem, explicamos neste artigo os motivos para você não transformar seu sonho em pesadelo. Acompanhe!

 

  • 5 motivos para contratar o seguro viagem Europa

  • 1. Traz segurança em suas viagens

 

Um dos fatores mais importantes na hora de optar por um seguro viagem é a segurança que ele traz durante o passeio.

Ninguém está livre de um problema de saúde e outros infortúnios, por isso, ter o respaldo de um plano garante que esses problemas, pelo menos, não se tornem algo maior.

 

  • 2. Evita gastos com despesas médicas

 

Enquanto aqui no Brasil os gastos com problemas de saúde têm baixo custo, no exterior os preços são bastante excessivos.

Ao contratar o seguro viagem Europa, o viajante não precisa se preocupar com o custeio, uma vez que a seguradora arca com essas despesas. Só é importante destacar que o valor limite de cobertura precisa constar no contrato.

 

  • 3. Entrega assistência de viagem e jurídica

 

Ninguém espera sofrer um acidente, ainda mais fora do país. Além da emergência para ser atendido, se foi você quem bateu o carro vai precisa lidar com o possível processo na justiça.

É por isso que o seguro viagem Europa faz-se necessário. Você recebe assistência jurídica e ainda pode complementar seu seguro com a assistência de viagem para emergências de saúde.

 

  • 4. Facilita a comunicação durante a viagem

 

Você precisou viajar para algum país onde o inglês não é o idioma oficial e tem receio de numa emergência não conseguir se comunicar?

A assistência de viagem também ajuda na comunicação. O seguro facilita o atendimento e leva soluções para qualquer eventualidade que poderia atrapalhar seu passeio.

 

  • 5. Garante sua entrada na Europa

 

O seguro viagem é obrigatório para entrar em vários países da Europa signatários do Tratado de Schengen (Alemanha, Bélgica, Espanha, Portugal, Suécia, Itália, etc), exceto para o Reino Unido. Já a Irlanda tem regras próprias, mas não exige o valor mínimo de 30 mil euros.

Caso o agente de imigração solicitar e você não tiver contratado um plano de seguro viagem Europa para os países que englobam o Tratado, a sua entrada não será permitida.

Viu como é importante ter um seguro viagem Europa? Você garante segurança, tranquilidade e toda assistência necessária para a sua viagem dos sonhos.

Agora que você sabe a importância de ter um seguro, que tal contratar hoje mesmo? A Multi Seguro Viagem é uma das empresas  que oferecem planos com ótimas coberturas e vários benefícios que podem ser perfeitos para você. Vale a pena entrar no site deles https://www.multiseguroviagem.com.br e conferir os preços antes de contratar seu seguro viagem Europa

Não deixe para depois, faça uma cotação agora!

Tabela FIPE Caminhões: Como consultar?

A tabela FIPE foi criada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, tornando-se a principal referência no mercado de veículos de pequeno, médio e grande porte. A Tabela FIPE Caminhões divulga os preços médios desse tipo de veículo no mercado nacional. Ela serve apenas como uma medida de critério para avaliações ou negociações.

Os preços da tabela FIPE caminhões varia muito de região para região. Outros itens também contam na hora de negociar o valor do seu veículo, como a conservação, cor, acessórios e outros fatores que possam influenciar as condições de oferta e procura.

Mas, você sabe como consultar a tabela FIPE caminhões? Vamos te mostrar passo a passo como fazer essa consulta através da internet.

Tabela FIPE Caminhões

Como consultar a tabela FIPE caminhões?

A consulta da tabela FIPE caminhões é bem simples. Para fazer a busca das informações que você precisa é necessário seguir o passo a passo:

1 – Acesse o site da tabela FIPE caminhões;

2 – Clique na opção de índices e indicadores:

3 – Vá até o final da página e encontre o botão preço médio de veículos;

4 – A próxima opção é consultar o preço do caminhão, mas para isso, é necessário que você clique do botão de “consulta de caminhão”;

5 – Após clicar no botão, você terá acesso a uma página onde precisará preencher alguns dados como: período de referência, marca do veículo, modelo do caminhão e o ano dele.

6 – Depois de preencher todos os campos, clique em pesquisar e aguarde o resultado.

Os resultados de valores apresentados na pesquisa são de acordo com o mês/ano de referência.

Fácil, né? Agora que você viu como é simples e rápida a pesquisa, fica mais fácil de negociar o preço do seu caminhão na hora de vendê-lo. Ou ainda, ter poder de negociação na hora de comprar o seu caminhão.

Importância da tabela FIPE Caminhões

Antes de qualquer coisa, a tabela FIPE caminhões é para que você tenha uma referência de valor médio no mercado nacional de caminhões. Por isso, ela é muito importante para quem deseja comprar ou vender um caminhão, seja ele novo ou usado.

Para quem deseja comprar um caminhão, é sempre bom consultar a tabela FIPE caminhões para saber se o valor pedido pelo veículo está acima ou abaixo do mercado. Com isso, você tem mais argumentos de negociação. O mesmo vale para que deseja vender o seu caminhão, é importante consultar a tabela FIPE caminhões antes de qualquer negociação!

A tabela FIPE caminhões é atualizada mensalmente, por isso, a cada pesquisa o valor do caminhão pode ser diferente. Ele vai variar de acordo com o mercado no momento.

Agora que você sabe a importância e como consultar a tabela FIPE caminhões, fique atento na hora de comprar ou vender seu veículo. Existem no mercado diversas ofertas, baseadas ou não na tabela. É muito comum encontrar ofertas com os valores bem distantes da tabela FIPE caminhões. Isso ocorre em agências de veículos, que costumam colocar o valor bem acima em função da comissão dos vendedores.

Então, na hora de negociar o valor do seu caminhão, seja para comprar ou vender, faça sempre uma consulta na tabela FIPE caminhões.